Chapecoense, Chapecoenses pelo Mundo, Esportes - 29 Nov 2016 19:42

Zagueiro Filipe Machado, que falava 6 idiomas, morreu no aniversário do pai

Em Gravataí, no RS, seu Osmar Machado completou 66 anos nesta segunda (29)
Por: Robison Gamboa
 
Zagueiro Filipe Machado, que falava 6 idiomas, morreu no aniversário do pai Filipe Machado e a filha, Antonela, em foto recente no gramado da Arena Condá | (Foto: Facebook / Divulgação)

O zagueiro Filipe Machado, de 32 anos, que estava entre as vítimas fatais da tragédia que matou 76 pessoas na queda do avião da Chapecoense, morreu o dia em que seu pai completa 66 anos. Osmar Machado, que vive na cidade gaúcha de Gravataí, contou que ficou sabendo do acidente por volta das 6h, quando um amigo lhe telefonou.

- Pensei que fosse alguém me dando parabéns pelo aniversário. Foi logo a primeira ligação, e ele (o amigo) me disse o que tinha acontecido. Imagina como estou, sem chão! -, revelou Osmar.

Pai e filho conversavam praticamente todos os dias, por telefone. No entanto, os dois se falaram pela última vez no sábado (26), véspera do jogo contra o Palmeiras, válido pelo Campeonato Brasileiro Série A.

- Ainda falei para ele dizer para o Cuca (treinador do Palmeiras), que é muito meu amigo, que eu mandei um abraço. Desejei boa sorte para ele no jogo e, depois, não consegui falar mais. Ontem não deu, por causa da viagem - , disse.

A opção por conversar com o filho por telefone tinha uma razão especial:

- Era para um ouvir a voz do outro. Pela internet isso não dá - explicou.

Osmar Machado, que ainda trabalha como representante comercial de uma fabricante de calçados, foi agente de atletas de futebol por vários anos, mas parou com a atividade quando o filho iniciou na carreira de atleta.

- Quando o Filipe começou a jogar eu achei que tinha que parar. O futebol tem muita coisa que me incomoda, que eu não gosto, e como ele estava entrando nessa carreira achei que era hora de eu largar - conta.

Segundo Osmar, quem vai no avião disponibilizado pela Confederação Brasileira de Futebol é sua esposa, Desirée, que mora em Gravataí, e a nora (esposa de Filipe) Aline Penteado Pereira Machado.

- Ele era um guri bom! Falava seis idiomas, tinha cidadania italiana, e comprou um terreno onde fez um campo no Rincão da Madalena onde reúne os amigos quando está na cidade. No fim de ano, sempre organiza um jogo com muitos atletas e técnicos que vão a Gravataí para confraternizar-, conta.

Filipe Machado era casado desde 7 de junho de 2008 com a bancária Aline Penteado Pereira Machado e tinha uma filha, Antonella, de quatro anos. Além da mãe, Desirée, e do pai, Osmar, deixa três irmãs - Michele, Luciene e Priscila.

(Foto: Facebook / Divulgação)(Foto: Facebook / Divulgação)

A carreira
2002 – 2006 – Internacional, Porto Alegre
2004 – Fluminense, Rio de Janeiro
2005 – Esportivo, Bento Gonçalves
2006 – 2007 – Ponte Vedra, da Espanha
2007 – 2009 – CSKA Sófia, da Bulgária
2009 – 2010 –Salernitana, da Itália
2010 – 2011 – Inter Baku, do Azerbaijão
2011 – Al Dhafra, dos Emirados Árabes Unidos
2011 – Duque de Caxias, do Rio de Janeiro
2012 – Resende, do Rio de Janeiro
2012 – Guaratinguetá, de São Paulo
2012 – 2013 – Al-Fujairah SC, dos Emirados Árabes Unidos
2014 – 2015 – Macaé, do Rio de Janeiro
2015 – 2016 – Saba Qom, do Irã
2016 – Chapecoense, de Santa Catarina


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar