Educação - 14 Nov 2017 14:36

Unochapecó realiza workshop sobre defesa dos animais

Por: Nathan Favero Varela
 
Unochapecó realiza workshop sobre defesa dos animais Foto: Unochapecó

Em nosso país existe uma enorme variedade de animais e cada um desempenha um papel fundamental para o equilíbrio da natureza. Porém, muitas vezes, eles sofrem maus tratos e é necessário a intervenção de entidades para combater o crime. Preocupados em conscientizar a comunidade, os cursos de Ciências Biológicas e Medicina Veterinária da Unochapecó promoveram nesta segunda-feira (13/11) um workshop em defesa da fauna. No evento, diversas entidades de preservação ambiental do Estado participaram de palestras sobre o assunto.

As atividades iniciaram pela manhã e se estenderam até a tarde. Durante o encontro, estudantes dos cursos, professores, o Grupo Especial de Defesa dos Direitos dos Animais (GEDDA), o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e demais entidades participaram das discussões e esclareceram dúvidas. 

A palestra de abertura ficou por conta da professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Carla Forte Maiolino Molento. Ela tratou sobre o tema maus-tratos contra os animais, explicando sobre a necessidade de diagnosticar adequadamente quando ocorrem situações de negligência, abuso ou agressão. A professora acrescenta também que a proteção dos bichos tem um olhar individual para cada espécie, por isso é usado um protocolo específico de identificação, seguindo tópicos com indicadores de saúde, ambientais e de comportamento.

Em seguida, o promotor de justiça de Santa Catarina e coordenador do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Paulo Antonio Locatelli, ministrou sobre a atuação do Ministério Público e de outras entidades públicas na defesa da fauna. Durante a conversa, Paulo explicou como os órgãos atuam e a função dos promotores para que combater crimes crimes contra os animais. Ele ainda ressalta que a promoção da atividade aproxima a Universidade e seus estudantes do assunto.

Fomentar as políticas públicas de preservação ambiental e compreender as necessidades de bem-estar de cada animal vai além dos órgãos responsáveis. É preciso que a comunidade se junte ao combate dos maus-tratos. Para o professor do curso de Medicina Veterinária, Luis Rangrab, ainda há um conjunto de desinformações sobre o assunto e o workshop vai ao encontro de esclarecimentos. “O formato do evento permite um ganho muito significativo para o aprendizado e ajuda explicar quais as funções desses órgãos responsáveis para a preservação animal”, acrescenta.

*Estagiária, sob a supervisão de Greici Audibert.

 

 


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar