Polícia - 03 Out 2017 14:50

policiais são homenageados por ato de bravura

Por: Nathan Favero Varela
 

Na tarde de hoje (02), foram entregues Moções de Reconhecimento aos Policiais Militares do 2º Batalhão de Polícia Militar – Chapecó, Fabrício Andrade e Wilton Bueno, pela bravura ao atender ocorrência de acidente de trânsito, empreendendo todos os esforços necessários, determinantes para a sobrevivência da vítima.

Relembre o caso:

Motociclista teve o pé arrancado em uma colisão. Policiais usaram torniquete improvisado para estancar, mas antes acabaram tendo grande contato com o sangue, respingando inclusive em olhos e boca. Médico plantonista orientou exames e medicação aos PMs.

Por volta das 18h de ontem, segunda-feira, 18, na avenida Senador Atílio Fontana, em frente à Base da Policia Militar, bairro Efapi, em Chapecó, policiais militares do Pelotão de Radiopatrulha do 2ºBPM/Fron, em atendimento de ocorrência de acidente de trânsito com amputação instantânea de membro inferior, salvaram a vida de um homem de 54 anos, que se esvaia em sangue, hemorragia de grandes proporções causada pelo trauma.

Na oportunidade os policiais militares usando de meios de fortuna (improvisados), sendo esses um pedaço de corda que estava na mochila de um dos policias militares e um pedaço de madeira, além das próprias mãos descobertas, num primeiro momento, realizaram um torniquete, que permitiu a contenção do fluxo sanguíneo até a chegada da equipe de resgate, sendo conduzido ao HRO por uma ambulância do Samu.

Na ação os policiais militares tiveram contato direto com sangue, tanto nas mãos quanto na farda, rosto, olhos e até boca uma vez que a vítima, em choque, se debatia muito pela dor e o sangue jorrava com força. Agiram como podiam, na hora, para salvar a vida da vítima, sem tempo de pensar muito nas consequências. Inclusive, ao irem ao HRO apanhar dados da vítima, o médico plantonista viu a situação dos policiais sujos de sangue orientou a procedimentos preventivos para evitar possíveis contaminações pelo sangue. Os policiais tiveram sangue coletado e iniciaram medicação preventiva.

O fato ocorreu quando os policiais militares estavam na base PM e visualizaram uma colisão entre carro e moto, avistando o condutor da motocicleta caído e com a perna decepada na canela, pouco acima do tornozelo. Rapidamente foram ao local, sinalizaram com a própria viatura e iniciaram os procedimentos de primeiros socorros, também apressando o serviço de socorro, que devido à distancia e horário de pico, demoraria mais que o normal.

O condutor do carro, um homem de 24 anos que dirigia um Nissan March, disse que ao trocar de faixa olhou e sinalizou, mas não viu nada, somente sentiu a batida, momento e que parou o veículo e aguardou no local.

O pé da vítima, ainda com sapato ficou na via, sendo recolhido por um dos policiais e colocado na ambulância do Samu, mas sem muitas esperanças de reimplante, uma vez que foi esmagada uma parte da canela e pá, como se fizesse “sumir” uma parte do membro.

A iniciativa foi do vereador Neuri Mantelli e o reconhecimento aconteceu na Câmara Municipal de Chapecó.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar