Cultura - 25 Abr 2018 15:59

Inicia em Chapecó o Festival Nacional de Teatro

Por: Nathan Favero Varela
 

Iniciou na segunda-feira (23) a 10ª edição consecutiva do Festival Nacional de Teatro de Chapecó. A abertura oficial aconteceu no Palco no Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, com a presença de autoridades, parceiros do evento e representantes da classe artística.

Para o Prefeito Luciano Buligon, o Festival é um presente para a comunidade. “Esta é o 10ª Festival e ele traz como sua principal característica a descentralização. Ele está mais perto das pessoas, indo ao encontro à comunidade, ao seu dia a dia, ao seu cotidiano, humanizando a rotina e transformando a vida das pessoas”, disse.

A cerimônia de abertura aconteceu às 20h, mas a programação do Festival começou cedo. Às 11h na Praça Coronel Bertaso a Cia Avenida Lamparina, de Jaraguá do Sul, convidou o público – para embarcar em uma verdadeira aventura. O Espetáculo “Baús do Tesouro” trouxe as histórias de uma forma distinta, aproximando as artes cênicas do cotidiano.

O primeiro dia também foi marcado por capacitação. A Oficina de Iluminação cênica “Apenas Luz”, contemplada pelo edital das linguagens, trouxe um bate-papo com a atriz e iluminadora Priscila Costa, instigando atores, músicos e bailarinos questões relacionadas à percepção da luz.

“A Descoberta das Américas”, de Julio Adrião, do Rio de Janeiro, abriu a primeira noite do Festival. A peça, em cartaz há 13 anos participando de festivais no Brasil e no Exterior, tem uma nova sessão nesta terça-feira, às 20h no Teatro Municipal, conta a história de “um Zé ninguém de nome Johan Padan, rústico, esperto e carismático, escapa da fogueira da inquisição embarcando, em Sevilha, numa das caravelas de Cristóvão Colombo. No Novo Mundo, nosso herói sobrevive a naufrágios, testemunha massacres, é preso, escravizado e quase devorado pelos canibais. Com o tempo, aprende a língua dos nativos, cativos e safa-se fazendo “milagres” com alguma técnica e uma boa dose de sorte. Venerado como filho do sol e da lua, catequiza e guia os nativos numa batalha de libertação contra os espanhóis invasores”.

A programação prossegue até a sábado passando por diferentes locais, entre escolas, comunidades rurais, ruas e praças e no Teatro Municipal.

Programação completa:

Dia 25 de abril de 2018 Quarta-feira

09h30 – Espetáculo: Espia: Caixas de Lambe-Lambe

Do Projeto Espia – Chapecó - SC

Sinopse:O que acontece na casa da benzedeira quando a noite chega? Já se imaginou frente a frente com uma das maiores vozes do planeta? E quando a contradição bate a suaporta? Três caixas de teatro em miniatura, três histórias curtas conhecidas através de espiadelas. Histórias: “Dona Santinha”, “Faça o que digo” e “Edith Piaf”.

Classificação indicativa: a partir dos 4 anos

Duração do espetáculo: 4 minutos cada

Local: Escola Estadual Lídia Gustak Remus- Distrito de Alto da Serra

11h30 – Espetáculo: Caminhos – Uma Intervenção Urbana

Da Cia Enviezada – Teresópolis - RJ

Sinopse:CAMINHOS- Uma Intervenção Urbana transita pelas fronteiras entre ficção e realidade, numa incursão pelas relações entre cotidiano, homem e cidade. A plateia baixa a Trilha Sonora Original em seu próprio celular. Forma-se uma roda e todos (atores e plateia) acionam o PLAY juntos! Em um percurso pela cidade de 45 min os atores se misturam ao cotidiano deslocando o tempo e o espaço para criar novas e possíveis realidades.

Classificação indicativa: Livre

Duração do espetáculo: 45 minutos

Local: Início Terminal Urbano e Término Praça Coronel Ernesto Bertaso

Local em caso de chuva: Unochapecó

14h00 – Espetáculo: As Peripécias da Ama e Baltazar

Da Cia Sonora – Curitiba - PR

Sinopse:Baseado em Romeu e Julieta de Willian Shakespeare, a peça transforma o enredo da tragédia em pano de fundo para as divertidas desventuras dos criados do casal, Angélica, e Baltazar. Nessa adaptação, os

servos são os protagonistas.

Classificação indicativa: a partir de 4 anos

Duração do espetáculo: 40 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

19h00 – Espetáculo: O Último Godot

Voeverá Companhia de Teatro – Chapecó - SC

Sinopse:Em algum lugar, ocorre o encontro inusitado entre Beckett e Godot, autor e personagem fictício, após terem sido expulsos do teatro. Sentados na calçada, em meio aos restos do teatro e o esgoto, iniciam uma espécie de embate existencial refletindo sobre a iminente possibilidade da morte do teatro, o tempo, a espera, a solidão e o medo que enclausura as pessoas em suas próprias residências.

Classificação indicativa: 12 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Frente do Museu de História e Arte de Chapecó – Avenida Getúlio Vargas

Local em caso de chuva: Escola Estadual Básica Marechal Bormann

20h – Bate – papo Espetáculo “O Último Godot”

19h00 – Espetáculo: Varieté – Humor Cítrico

Cia De La Curva – Chapecó - SC

Sinopse: Fernando Perri interpreta quatro personagens muito distintos entre si, com humor, destreza circense e interação com a plateia. Um espetáculo sobre política, sociedade e meio ambiente, com o tempero ácido dos varietés undergrounds argentinos.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Salão Nobre da Unochapecó

20h30 – Espetáculo: Dona Bilica: Naquele Tempo

Da Pé de Vento cia de Teatro – Florianópolis - SC

Sinopse:Dona Bilica é uma lavadeira, benzedeira e rendeira, que abre as portas de sua casa para contar como era viver antes do progresso chegar. Entre rezas e cantorias ela volta ao tempo dos antigos e relembra a

história de sua família, sua infância e juventude, cota causos que ouviu nos engenhos de farinha, histórias de bruxas e assombrações. Sempre com seu humor muito peculiar, Dona Bilica nos lembra de costumes perdidos na memória de uma vida globalizada em constante transformação.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes


Dia 26 de abril de 2018 – Quinta-feira


10he 14h – Espetáculo: Maracá

Cia ContaCausos – Chapecó – SC

Sinopse: Era uma vez uma menina e um pé de cabaça. A cabaça era encantada: Virava casa de passarinho, cuia de chimarrão, instrumento musical, berimbau, esconderijo e belo embornal. Maracá é a voz que canta dentro da cabaça e através das histórias a mistura que é o povo brasileiro. O Encanto de toda cabaça é vontade de explodir e espalhar o seu canto por aí.

Classificação indicativa: A partir de 5 anos

Duração do espetáculo: 40 minutos

Local: Palco do Teatro Municipal do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

Limite de público: 250 pessoas

15h - Bate-Papo do Espetáculo Maracá – Sala Agostinho Duarte

16h – Espetáculo: O Mundo Sobre o Qual Ela Não Podia Fazer Perguntas

Do Grupo Teatral Reminiscências – Joaçaba -SC

Sinopse: Livremente inspirado em contos de Marina Colasanti, que se interligam no roteiro por colocarem a mulher como personagem principal e suas lutas diárias e seculares como conflito. A peça busca debater a realidade feminina perante diferentes formas de opressão. Suas dúvidas, sua força, sua voz, seu grito.

Classificação indicativa: A partir de 12 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Praça Coronel Ernesto Bertaso

Em caso de chuva: E.B.M. Mirian Elena Meyer – bairro Quedas do Palmital

19h – Espetáculo: “Ohno”

Da BlackBerries Wilted Company – São José do Rio Preto - SP

Sinopse:Inspirado na dança japonesa butoh, OHNO preocupa-se em expressar a individualidade do dançarino, sem máscaras e véus de alegoria; mesmo que para isso, desvende o que há de mais sórdido, solitário e obscuro no interior do artista.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 30 minutos

Local: Teatro do SESC

Limite de público: 100 pessoas

20h30 – Espetáculo: Cabeça Oca

Da Cia Talagadá – Teatro de Formas Animadas – Itapira - SPSinopse:

Destinado ao público adulto, “Cabeça Oca” é uma metáfora às atitudes esprovidas de razão. Por meio de poéticas visuais, transita entre o real e o imaginário em cenas criadas independentemente, mas que dialogando entre si numa estética influenciada pelo surrealismo e outras vanguardas do século XX, nas quais, algumas das maiores adversidades nas relações humanas, tais como a opressão, violência, intolerância, preconceito e alienação são tratados de forma onírica e lúdica.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 60 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

Limite de público: 1.000 pessoas

21h45 – Bate-papo Espetáculo “Cabeça Oca”

Dia 27 de abril de 2018 – Sexta-feira


10h – Espetáculo: Cabeça Oca

Da Cia Talagadá – Teatro de Formas Animadas – Itapira - SP

Sinopse:Destinado ao público adulto, “Cabeça Oca” é uma metáfora às atitudes desprovidas de razão. Por meio de poéticas visuais, transita entre o real e o imaginário em cenas criadas independentemente, mas que

dialogando entre si numa estética influenciada pelo surrealismo e outras vanguardas do século XX, nas quais, algumas das maiores adversidades nas relações humanas, tais como a opressão, violência, intolerância, preconceito e alienação são tratados de forma onírica e lúdica.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 60 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

Limite de público: 1.000 pessoas

14h30 – Espetáculo: Dessas Interrupções

De Paola Zonta – Chapecó - SC

Sinopse:Estar grávida, descobrir-se mulher, madura e mãe. Quis o destino que houvesse uma descontinuação, e sabe-se lá como ou porquê, o pequeno coração que batia dentro dela cessou. Interrompe-se o ciclo da

vida, e morre-se antes de nascer.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração do espetáculo: 45 minutos

Local: CEU das Artes de Chapecó – Rua Eloi Ferreira de Souza 332 D – Loteamento Elias Galon – Bairro

Efapi Limite de público: 100 pessoas

19h00 – Espetáculo: SóFridas

De Trip Teatro – Rio do Sul - SC

Sinopse: Se essa bolsa fosse uma mulher, que mulher ela seria? Romântica? Independente? Sonhadora? Engraçada? Louca? Através das bolsas e dos objetos, você vai conhecer várias mulheres que talvez estejam, estiveram ou estarão, algum dia, escondidas dentro de cada uma de nós.

Classificação indicativa: 16 anos

Duração do espetáculo: 60 minutos

Local: Teatro do SESC

Limite de público: 100 pessoas

20h30 – Espetáculo: Passagem para Dois

De Trompim Teatro – Caxias do Sul - RS

Sinopse:A divertida relação entre o velho, a filha e a florista diante de um inesperado acontecimento: um sorteio com direito a duas passagens aéreas!

Classificação indicativa: 12 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

Limite de público: 1.000 pessoas

21h45 – Bate-papo do Espetáculo “Passagem para Dois”

Dia 28 de abril de 2018 – Sábado


08h30 às 12:30 e das 14h00 às 18:30– Oficina “Luminosidade Cênica Alternativa para Teatro/Escola com Ivo Godois – UDESC Florianópolis - SC

Local: Cubo Espaço Multicultural – Avenida Fernando Machado 1389 D

19h – Espetáculo: Passagem para DoisDe Trompim Teatro – Caxias do Sul - RS

Sinopse: A divertida relação entre o velho, a filha e a florista diante de um inesperado acontecimento: um sorteio com direito a duas passagens aéreas!

Classificação indicativa: 12 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Teatro do SESC

Limite de público: 100 pessoas

19h – Intervenção Artística “Uma xícara de Poesia” com Palhaço Cambito

Local: Hall de Entrada do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

20h30 – Espetáculo: SóFridas

De Trip Teatro – Rio do Sul - SC

Sinopse: Se essa bolsa fosse uma mulher, que mulher ela seria? Romântica? Independente? Sonhadora? Engraçada? Louca? Através das bolsas e dos objetos, você vai conhecer várias mulheres que talvez estejam, estiveram ou estarão, algum dia, escondidas dentro de cada uma de nós.

Classificação indicativa: 16 anos

Duração do espetáculo: 60 minutos

Local: Teatro do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes

21h45 – Bate-papo Espetáculo “ SóFridas”

21h45 – Espetáculo: O Último Godot

Da Voeverá Cia de Teatro - Chapecó - SC

Sinopse: Em algum lugar, ocorre o encontro inusitado entre Beckett e Godot, autor e personagem fictício, após terem sido expulsos do teatro. Sentados na calçada, em meio aos restos do teatro e o esgoto, iniciam uma espécie de embate existencial refletindo sobre a iminente possibilidade da morte do teatro, o tempo, a espera, a solidão e o medo que enclausura as pessoas em suas próprias residências.

Classificação indicativa: 12 anos

Duração do espetáculo: 50 minutos

Local: Cubo Espaço Multicultural – Avenida Fernando Machado 1389 D

23h – Confraternização do Festival Nacional de Teatro de Chapecó – Edição 2018

Local: Cubo Espaço Multicultural – Avenida Fernando Machado 1389 D.

De 23a28/04/2018–Exposição“DeFloremFlor”,exposiçãodequadrosebannersdosDoutores RiSonhos.

De 24a28/04/2018–horário:19:45às20:15–ApresentaçõesArtístico-culturaisdoProgramaArte Cidadã e da Escola de Artes de Chapecó.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar