Negócios - 27 Jun 2016 15:53

Gaúchos conhecem modelo de trabalho das entidades chapecoenses

Por: Andressa Nascimento
 

Conhecer a forma de atuação das entidades empresariais de Chapecó e como isso contribui para o desenvolvimento da cidade foi objetivo de uma missão de cerca de 30 empresários de Santa Rosa (RS), que visitou o município na última sexta-feira (24).

Durante a manhã, eles conheceram a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom) e o Conselho das Entidades Empresariais de Chapecó (CEC). Durante a tarde, as visitas foram à prefeitura, à Sociedade Amigos de Chapecó (SAC) e ao Aeroporto Serafim Enoss Bertaso.

Os presidentes da ACIC, Josias Mascarello, da CDL, José Carlos Benini, do Sicom, Marcos Antonio Barbieri, e o presidente do CEC, Clóvis Afonso Spohr, apresentaram as ações conjuntas das entidades em relação à infraestrutura, como campanhas para melhorias das rodovias, construção de ferrovias e ampliação do aeroporto, mobilidade urbana, qualidade de vida, saúde, educação, esporte, etc.

- Trabalhamos de forma conjunta para a busca de soluções. Dessa forma, conseguimos avançar no desenvolvimento do município - disse Barbieri.

Entre as pautas das entidades está a construção de duas ferrovias (a norte-sul e a leste-oeste), construção de mais uma subestação de energia elétrica e distritos industriais setorizados. Entre as conquistas estão a reforma das avenidas São Pedro e Getúlio Vargas, recapeamento das vias públicas, melhorias no aeroporto e no Parque de Exposições Tancredo de Almeida Neves, reforma da Arena Condá e construção do Parque Tecnológico.

O agente de Desenvolvimento de Santa Rosa, Artur Lorentz, comentou que a economia do município é parecida com a de Chapecó, com bases no agronegócio, metalmecânica e industrial. “

- Nós temos uma dificuldade de distância dos grandes centros, assim como Chapecó tinha. Queríamos muito ver essa realidade de Chapecó. O grande mérito de vocês é uma coisa que também temos, que são pessoas, comunidade organizada. Talvez esteja faltando para nós um pouco mais de arrojo, de força, de pressão, que vocês fizeram aqui e acabaram transformando todas as questões em extremamente profissionais, não só comunitárias, mas profissionais - finalizou.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar