Chapecoense - 25 Mar 2016 08:44

Fazendo história: Artilheiros são homenageados na Chapecoense

Índio e BR9
Por: Aline Dosso
 
Fazendo história: Artilheiros são homenageados na Chapecoense (Fotos:ACF)

A sala de imprensa da Arena Condá foi devidamente ocupada pelos profissionais dos órgãos de comunicação local e prestigiada por atuais e ex-dirigentes do clube no fim da tarde desta quinta-feira (24). Na mesa de entrevistas, o presidente da Chapecoense Sandro Pallaoro estava ladeado pelos dois principais artilheiros da história do Verdão. Índio com seus 62 gols marcados e Bruno Rangel que alcançou a marca de 65 gols.

- Me permitam fazer um pedido a todos que não façam comparações. São artilheiros de épocas distintas. Além de atletas, são duas pessoas de muito caráter e que honraram e ainda honram a camisa da Chapecoense -  disse o presidente Sandro Pallaoro.

BR9 recebeu das mãos do presidente uma placa em homenagem a marca alcançada.
“A Associação Chapecoense de Futebol parabeniza o atleta Bruno Rangel Domingues pelo feito histórico de 65 gols com a camisa da Chape, tonando-se o maior artilheiro do clube, marca alcançada no dia 20 de março de 2016, na partida Chapecoense 4 x 0 Avaí”.

Depois, os dois ídolos da Chape trocaram presentes. Índio recebeu de Rangel a camisa de número 62.

- Estou muito feliz com as homenagens que a Chapecoense vem fazendo, porque eu acho que é valorizando a história que também ajuda o clube a crescer. Feliz também com o Bruno por ter alcançado essa marca. Eu estava torcendo muito pra ele, porque a gente sabe o quanto é difícil fazer um gol profissionalmente. Então, você imagina como é difícil fazer mais de 60 gols. Estar entre os maiores é muito gratificante -  agradeceu Índio.

Na sequencia foi a vez do ex-atacante entregar ao BR9 a camisa com o número 65.

- Eu agradeço muito a diretoria por ter insistido na minha vinda pra cá. Não deu certo num primeiro momento e depois, no finalzinho do ano, deu certo. Ninguém imaginava que tudo isso iria acontecer, mas eu agradeço a Chapecoense por ter me dado essa oportunidade para mostrar meu trabalho. Sobre o Índio, é um cara que eu sempre respeitei, sempre me espelhei, e sei a que a torcida dele por mim sempre é verdadeira - disse Rangel.
.

Dia especial
Pela manhã, Bruno Rangel já havia vivido um momento muito marcante. O camisa 9 da Chape fez uma visita ao Hospital da Criança de Chapecó. Lá, conheceu o garoto Júnior César, de 6 anos. O menino que nasceu com uma má formação no pulmão precisa frequentemente passar por hospitais em Chapecó e na capital do estado para tratamento. Foram poucas às vezes que Júnior teve a oportunidade de acompanhar a Chape na Arena.

Entretanto, o garoto disse que tinha um pedido a fazer. Conhecer Bruno Rangel. Nesta quinta, a partir dos Doutores RiSonhos – Dra. Barrica e Dr. Chicote – e da direção dos Hospital, o sonho de Júnior foi realizado. BR9 presenteou o menino com uma camisa autografada e prometeu marcar um gol em homenagem a ele quando tiver oportunidade.

No fim da visita, o presenteado foi Rangel. Além de uma camisa do projeto Doutores RiSonhos, o maior artilheiro do Verdão também arrancou um sorriso e um forte abraço de Júnior César, e também as lágrimas de agradecimento da mãe Sandramara.



Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar