Obras - 18 Dez 2017 14:26

Espaço Público é adotado e revitalizado em Chapecó

Por: Nathan Favero Varela
 

Obra será inaugurada no próximo dia 22, às 18h15

Uma cidade é construída por todos, com união, atitude e boas ideias. Em Chapecó o espírito de cooperação é muito forte, por isso existe o Programa Chapecó Mais Bonita, instituído pela Lei Municipal nº 5239, de agosto de 2007, regulamentada em 2008 pelo Decreto nº 18793. O Programa visa compartilhar com a comunidade a construção, reforma, conservação ou manutenção de praças, canteiros, áreas verdes, monumentos, entre outros espaços públicos. Neste mês, a Lei ganhou vida com o pedido da Incorporadora Nostra Casa Ltda, que requereu oficialmente ao Município a adoção da lateral norte da Arena Condá, na Rua Índio Condá, esquina com a Rua Marechal Floriano Peixoto.

O objetivo da empresa é revitalizar e garantir a valorização do espaço, uma área de 1.286 metros quadrados, eternizando através de um monumento os guerreiros da Associação Chapecoense de Futebol, vitimados no acidente aéreo de novembro de 2016. Prontamente o Município aceitou a proposta e um contrato foi firmado para seis meses, ficando renovado automaticamente a cada ano.

Anualmente o Município emitirá um certificado à Nostra Casa de “Empresa Amiga da Comunidade”. A Administração Municipal também enviou à Câmara de Vereadores Projeto de Lei que visa nomear o novo espaço adotado de “Átrio Daví Barela Dávi” (in memoriam) . O nome do átrio será evidenciado em uma placa de concreto aparente e em alto relevo em bronze.

Detalhes da obra

O local está em obras e serão realizadas intervenções arquitetônica e paisagística. Como Monumento será construída uma fonte que ilustrará o mapa da América do Sul em bronze, com dois pontos de luz verde, um em Chapecó e outro em Medellín, representando os laços eternos de união, fraternidade e solidariedade criados entre as duas cidades. Contornando o lago, 71 luzes brancas e 71 quedas d’água representarão as vítimas. O piso será revestido em mármore preto. Na borda externa, será colocado um revestimento em metal preto fosco, com recortes em laser com o nome de cada um dos eternos guerreiros.

Em frente à fonte, serão calados no concreto os pés e as mãos dos quatro sobreviventes brasileiros: Alan Ruchel, Jakson Follmann, Hélio Neto e Rafael Henzel. Também serão plantadas seis mudas de Ipê Branco, que representarão todos os sobreviventes do acidente, simbolizando o milagre da vida. O custo da empresa está estimado em R$ 350 mil. “Nossa intenção foi construir um ponto turístico e histórico que contasse a história por completo, homenageando os eternos campeões”, complementou o sócio proprietário do Grupo Nostra Casa, Pablo Dávi.

A obra também reserva um espaço especial para depositar em uma caixa a Cápsula do Tempo, um presente da cidade de Medellín para Chapecó e a Chapecoense. A Cápsula é uma espécie de Monumento em formato de mãos entrelaçadas. Nela foram depositadas cartas da população de Chapecó com as mais diversas mensagens de apoio ao Clube e à cidade, contendo votos dos melhores sentimentos ao povo chapecoense, colombiano e à Associação Chapecoense de Futebol, que demonstraram juntos em 2017, que exaltam o enigma da reconstrução. Ela será aberta daqui a 43 anos.


Adoção de outros espaços

Com a autorização da artista Katielly Lanzini, o Monumento “Um Salto para a Glória” (Parajasc), anteriormente instalado na lateral norte da Arena, será remanejado para outro espaço público que também será revitalizado pela empresa Nostra Casa: o canteiro central localizado nas Ruas Barão do Rio Branco e Jorge Lacerda. Importante destacar, ainda, que a Incorporadora Nostra Casa fez a adoção de outros dois espaços públicos: o canteiro central localizado das ruas Duque de Caxias, Fernando Machado e Clevelândia, e também a Praça Emílio Zandavalli, próxima ao Marista. “Atitudes como essa são inspiradoras e incentivam que as boas ações se multipliquem em prol do bem comum e da qualidade de vida dos chapecoenses. Quando a cidade está unida, o público e o privado cooperam para promover ações sustentáveis e humanizadas. Enquanto gestor público estou muito satisfeito e, em nome de todos os Chapecoenses, só tenho a agradecer e parabenizar a empresa Nostra Casa”, destacou o Prefeito, Luciano Buligon.

Entrega da obra

O Município receberá oficialmente o Átrio no próximo dia 22 de dezembro, em cerimônia realizada às 18h15, no lado norte da Arena Condá. No mesmo ato serão inauguradas duas artes que eternizam as lembranças, homenageiam as vítimas e presenteiam os familiares e a cidade de Chapecó. São produções que estampam muros e paredes de patrimônios públicos: a pintura denominada “Gol Eterno” do artista plástico Paulo Consentino, na parede ao fundo do novo Átrio, e também as pinturas do artista visual chapecoense, Digo Cardoso, que embelezam o muro do estacionamento do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, e também uma das laterais do novo espaço adotado. São belíssimos trabalhos que exaltam, além de talento, emoções e sentimentos.

A execução das pinturas nos espaços públicos foi autorizada pelo Município e coordenada pela Associação Chapecoense de Futebol, com o apoio das tintas Killing e Coral.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar