Polícia - 05 Fev 2018 13:13

DIC de Chapecó prende suspeitos de homicídio contra jovem de 21 anos

Por: Nathan Favero Varela
 

A Polícia Civil de Chapecó divulgou nesta segunda-feira (5) a prisão de dois suspeitos da morte de um jovem encontrado amarrado e amordaçado no Rio Irani, em Chapecó. Carlos Roberto Crivone, de 21 anos, foi localizado na última quarta-feira (24). Segundo o delegado, Vagner Tiago Ramos Papini, da Divisão de Investigação Criminal (DIC), uma tatuagem com as letras “P.F” (Passo dos Fortes), ajudou a polícia na investigação.
- Em análise nas tatuagens da vítima, constatamos que havia um grupo de pessoas do Bairro Passo dos Fortes que possuía a tatuagem semelhante. Em conversa com essas pessoas, conseguimos identificar o endereço da vítima. No local, fizemos contato com vizinhos, os quais mencionaram possíveis inimigos que essa vítima teria - argumenta o delegado em entrevista ao ClicRDC.
A polícia conseguiu reunir vários elementos após dias de investigação. Com isso foi possível identificar duas pessoas como suspeitas do crime.
- A Polícia Civil representou ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva desses suspeitos, a qual foi deferida com manifestação do Ministério Público (MP), sendo que na última sexta-feira (2). Nós demos cumprimentos às respectivas ordens de prisão e na oportunidade interrogamos os suspeitos - contou Papini.
Após três horas de depoimento, a mulher suspeita de 29 anos confessou o crime.
- Ela mencionou que um homem de 39 anos havia lhe auxiliado. O suspeito se reservou ao direito de ficar em silêncio - detalhou.
A suspeita, também garota de programa, contou ao delegado que possuía um relacionamento com a vítima há cerca de sete meses, porém informal e conturbado. O crime teria sido motivado porque Carlos exigia o dinheiro que a suspeita conseguia com a prostituição.
- A vítima queria que ela se prostituísse e, com o dinheiro obtido, a vítima pretendia adquirir drogas, a fim de ser revendida na cidade de Chapecó - explica Papini.
A polícia acredita que o crime tenha ocorrido ainda no dia 21 de janeiro, porém somente com o laudo do IGP será possível confirmar a data e a causa da morte. De acordo com o delegado, Carlos teria ido até ela em uma noite de domingo pedindo dinheiro e lhe ameaçado. Na oportunidade, a autora conseguiu se desvencilhar e com um pedaço de pau desferiu dois golpes na cabeça da vítima, a qual bastante embriagada caiu no chão e desmaiou. Neste momento, juntou-se a autora, o autor. Juntos, enrolaram o corpo da vítima em uma capa de sofá, colocaram na caçamba de uma caminhonete e se deslocaram até o Rio Irani.
Após serem ouvidos, os suspeitos foram encaminhados ao Presídio de Chapecó onde permanecem à disposição da Justiça. O caso segue sendo investigado.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar