Polícia - 03 Mai 2017 11:10

Delegado enaltece a importância do não registro de homicídios em Chapecó

A solução dos casos foi enaltecida pela equipe da Polícia Civil
Por: Sandra Ambrosio
 
Delegado enaltece a importância do não registro de homicídios em Chapecó Os dados foram comemorados pelas forças de segurança (Foto: ADR)

Os avanços na segurança pública foram destaque na reunião do Colegiado de Governo da Agência de Desenvolvimento Regional – Chapecó (ADR), realizada na última semana. As forças de segurança pública comemoram a marca de dois meses sem homicídio em Chapecó, o último foi registrado em 24 de fevereiro deste ano.

O delegado Regional da 12º Delegacia Regional de Polícia, Wagner Meirelles, relatou aos membros do Colegiado de Governo a importância do trabalho conjunto, que vem sendo realizado com a Polícia Militar para coibir a violência. O fortalecimento da Divisão de Investigação Criminal (DIC), a partir de fevereiro de 2017, também proporcionou melhora significativa.

“Este resultado que a segurança pública está comemorando é um processo que vem sendo construído a cada dia com a organização entre as instituições. Temos identificado as principais lideranças envolvidas com alguma organização criminosa, aí atuamos de forma a prendê-los e buscar a identificação de autoria dos homicídios”, afirma Meirelles.

A nova sistemática de investigação policial, por meio da DIC está trazendo os resultados esperados. “Temos um órgão próprio para investigar os crimes de homicídios, no caso aqueles homicídios sem autoria definida, é uma estrutura com um delegado de polícia e mais três agentes de polícia, além da escrivã que já atuava. Com isso, temos uma estrutura melhor e um setor de inteligência da Delegacia Regional que orienta bastante as delegacias que estão atuando nos crimes mais graves”, explica.

Até esta quinta-feira, dia 27 foram registrados 10 homicídios em Chapecó, todos os casos foram elucidados. O tenente coronel Ricardo Alves, comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, atribui este resultado a relação de confiança estabelecida entre as polícias e comunidade.

“Hoje estamos trabalhando em conjunto com a Polícia Civil, diante disso conseguimos prender pessoas fundamentais na elucidação dos fatos, que vinham cometendo reiterados delitos. Conseguimos essa diminuição efetiva e importante de homicídios em Chapecó, onde há muito não se fala em dois meses sem nenhuma morte”, enfatiza Alves.

Entre as ações da Polícia Militar também estão as blitz diárias, “há uma sensação de que a cidade tem policiamento, tem ostensividade e as pessoas passaram a confiar nas ações desta parte tão importante da segurança pública que são as polícias”, afirma.

O colegiado
O colegiado de Governo é composto pelos coordenadores regionais da Casan, Celesc, Fatma, Epagri, Cidasc, Secretaria de Estado da Fazenda, Polícias Militar e Civil. O colegiado se reúne para assessorar o secretário executivo da ADR nos assuntos relacionados à implementação e discussão das ações desenvolvidas na região. Também faz articulação interna para análise e solução conjunta das diversas ações de governo na região.

Segundo o secretário Executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, Edegar Giordani, com esta sistemática é possível conhecer a situação de cada setor, para saber o que precisa ser feito. “Com uma gestão conjunta temos melhores resultados, com mais agilidade e dinamismo, a soma de forças na segurança pública está nos dando exemplo disso”, afirma.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar