Chapecoense, Esportes - 03 Dez 2017 21:40

Chape vence e garante presença na Libertadores em 2018

Por: De Tudo Um Pouco
 

Em jogo especial e emocionante para a Chapecoense, que lembrou um ano do trágico acidente na Colômbia que vitimou 71 pessoas, o time catarinense venceu o Coritiba, por 2 a 1, na Arena Condá, e garantiu a oitavo lugar na tabela, com 54 pontos, e a vaga na fase preliminar da Copa Libertadores de 2018.

O clima emocional dominou os jogadores da Chapecoense logo na chegada ao estádio, quando pela primeira vez viram o túnel repleto de imagens do grupo que se acidentou na Colômbia, ano passado. “Tomara que a gente feche a temporada com chave de ouro” – comentou o técnico Gilson Kleina, que vestiu uma camisa com o nome do ex-técnico Caio Júnior, morto em Medellin.

BOLA ROLANDO
O Coritiba começou melhor e soube aproveitar, abrindo o placar aos 13 minutos. O atacante Kléber Gladiador, recebeu a bola na frente da área, levantou a cabeça e de perna esquerda chutou em curva para acertar o angulo do goleiro Jandrei, fazendo 1 a 0.


O time da casa demorou a reagir. Tinha maior volume de jogo, mas finalizava de longe ou tentava os levantamentos na área.

Aos 37 minutos, no entanto, Elicarlos, da intermediária e perto da linha lateral, tentou levantar a bola na área, mas ela ganhou efeito e encobriu o goleiro Wilson. Ele ainda viu a bola tocar na trave antes de entrar. jogo emapatado 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO
O Coritiba voltou para o segundo tempo com Iago no lugar de Daniel e passou a se desesperar quando soube que o Sport tinha aberto o placar em cima do Corinthians, vitória parcial que rebaixaria o Coritiba. Rapidamente o desespero tomou conta do banco paranaense.

A Chapecoense aproveitou e fez pressão no ataque. Criou três chances seguidas. Aos 25 minutos, após escanteio de Reinaldo, Wilson espalmou no alto. Em seguida, houve desvio na área e o atacante Kléber apareceu para salvar o gol. No minuto seguinte, noutro escanteio, Wilson saltou e deu um tapa para aliviar.

Nem a entrada de Keirrison no lugar de Rildo melhorou o poder ofensivo do Coritiba. Aos poucos já se percebia as feições de jogadores, dentro e fora de campo, de aflição. Aos 46 minutos, Apodi arriscou o chute e a bola explodiu no travessão.

A Chapecoense também buscava a vitória para ter uma vaga na fase de classificação da Copa Libertadores. Foi então que
Canteros lançou por cobertura a Apodi, que pressionado por Wilson deu um toque de leve para Túlio de Melo. O atacante cabeceou para as redes aos 49 minutos. Chape 2 a 1. Não tinha tempo para mais nada. Final de jogo e muita comemoração dos jogadores, dirigentes e torcedores. Tristeza para o Coritiba, que estava rebaixado para serie B em 2018.

Com informações do Futebol do Interior

 


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar