Chapecoense, Chapecoenses pelo Mundo - 04 Set 2017 14:35

Chapecoense perde para Roma durante amistoso

Por: Nathan Favero Varela
 

A Roma goleou a Chapecoense por 4 a 1 em amistoso realizado nesta sexta-feira no estádio Olímpico, em Roma, como parte de uma série homenagens ao clube brasileiro no exterior devido à queda do voo da LaMia, em novembro de 2016, nas proximidades de Medellín, na Colômbia, que matou 71 pessoas, entre elas grande parte do elenco, comissão técnica e diretoria do time catarinense, além de jornalistas e parte da tripulação.

O jogo também marcou o fim da série de apresentações da Chapecoense na Europa e na Ásia desde agosto passado. A equipe alviverde havia enfrentado o Barcelona, no estádio Camp Nou (derrota por 5 a 0), Lyon (2 a 1 para os franceses) e também o Urawa Red Diamons (queda por 1 a 0), este último compromisso válido pela Copa Suruga, no Japão.

Em Roma, a noite foi marcada por homenagens ao clube brasileiro. Os jogadores entraram intercalados em campo e posaram para foto. Uma placa com a hashtag “todos juntos” foi colocada à frente dos atletas. Depois, o ex-goleiro Jackson Follmann e o lateral-esquerdo Alan Ruschel - sobreviventes do desastre aéreo - foram aplaudidos pelo público presente.


MUITA EMOÇÃO!

Dirigentes de Chapecoense e da Roma trocaram placas com homenagens mútuas. Plínio De Nes Filho, mandatário do time brasileiro, entregou a Francesco Totti - ex-jogador, ídolo e agora dirigente romanista - e Aldair, brasileiro que marcou história na Roma nos anos 1990, camisas do clube catarinense com os números que marcaram as suas carreiras (10 e 6, respectivamente) e seus nomes às costas.

Após o toque inicial da partida - antes, Jackson Follmann havia dado a saída simbólica -, os italianos demonstraram a sua superioridade em campo. A Roma dominou as ações e foi pouco incomodada pela Chapecoense. Os brasileiros tiveram uma chance de gol aos 15 minutos da etapa inicial em um bom chute de Júlio Cesar de fora da área. Mas o goleiro Lobont fez boa defesa.

Os donos da casa continuaram tocando a bola e, aos 28 minutos, abriram o placar. O lateral-direito Florenzi, capitão da equipe romana, fez boa jogada pela direita do ataque, cortou para dentro e bateu para o gol. O zagueiro Douglas Grolli tentou interceptar com um carrinho, mas tocou com a mão na bola: pênalti. Na cobrança, o próprio Florenzi inaugurou o marcador: 1 a 0.

A Roma ainda ampliaria a vantagem antes do fim do primeiro tempo. Aos 38 minutos, o meia brasileiro Gerson deu grande passe para o atacante Perotti - impedido -, que tocou para as redes: 2 a 0. Três minutos mais tarde, foi a vez do meio-campista Dodô colocar a mão na bola dentro da área da Chapecoense. O atacante Antonucci bateu a penalidade e fez 3 a 0.

VOLTANDO A MARCAR!
Na segunda etapa, o panorama da partida permaneceu o mesmo. O time da casa seguiu trocando passes e chegou ao quarto gol logo aos 5 minutos, mais uma vez com Antonucci. O atacante recebeu passe de Perotti - que se infiltrou com muita rapidez pelo lado esquerdo do ataque italiano - e tocou para Antonucci, que teve somente o trabalho de empurrar a bola para as redes: 4 a 0.

Mas a Chapecoense conseguiu chegar ao gol de honra na partida aos 10 minutos em mais um pênalti assinalado pela arbitragem. Dodô foi puxado dentro da área ao dominar um belo lançamento de Lucas Mineiro. Alan Ruschel, que ostentava a faixa de capitão da equipe brasileira, foi para a batida e descontou: 4 a 1.

Após o apito final, ainda no gramado, em entrevista ao canal SporTV, Alan Ruschel revelou a emoção no momento em que correu para cobrar a penalidade. O jogador também festejou o retorno aos gramados após os graves ferimentos que sofreu em decorrência do acidente aéreo.

É COM VOCÊ!

“Ah! Deu um friozinho gostoso. Mas, feliz que a bola entrou. Treinei assim ontem (quinta-feira), a bola acabou entrando e fiquei feliz. Acho que mostrei para todo mundo, principalmente nos treinamentos, que estou apto a competir de novo, que posso sim voltar a jogar. Então, sou eternamente grato a Deus por estar me capacitando”, enfatizou o jogador.


No retorno ao Brasil, a Chapecoense terá pela frente a missão de se recuperar no campeonato nacional. Com os resultados da última rodada, a equipe caiu para a zona de rebaixamento da competição. Com 25 pontos, o time alviverde agora ocupa a 17.ª posição, mesma pontuação do Vitória, que já aparece fora da zona da degola, mas em desvantagem nos critérios de desempate.

A Chapecoense voltará a campo no próximo dia 10 (domingo), às 19 horas, para jogar contra o Cruzeiro, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela 23.ª rodada do Nacional. O clube alviverde também segue na disputa da Copa Sul-Americana. No próximo dia 13, os catarinenses enfrentarão em casa o Flamengo, na primeira partida entre os brasileiros válida pela fase de oitavas de final do torneio continental.
(futebol interior)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar