Obras - 04 Dez 2017 14:44

Apae Chapecó inaugura rampa coberta nesta terça

Por: Nathan Favero Varela
 

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Chapecó, faz nesta terça-feira a inauguração da rampa coberta que leva o nome “Ricardo Philippi Porto”. Ricardo foi uma das 71 vítimas da tragédia com o voo da Chapecoense na Colômbia em 29 de novembro de 2016. Advogado, ele era um ativo voluntário da Apae Chapecó e desde 2013 fazia parte da diretoria da entidade, que atualmente atende a 280 alunos usuários.

A inauguração da rampa coberta está prevista para as 9h desta terça, dia 5 dezembro. Para que a obra fosse concluída, a Apae contou com auxílio de parceiros como arquiteto e urbanista André Schoeninger, a arquiteta e interiores Fernanda Moschetta, Angelira, Engeaço Estruturas Metálicas, Hard, Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina e Rissi Fachadas e Esquadrias. 
Ricardo Philippi Porto

Nascido em 01 de novembro de 1969, filho de Ilvânio Loss Porto e de Zélia Philippi Porto, Ricardo foi convidado no ano de 2013 a fazer parte da diretoria da Apae para a gestão do período 2014/2016. No dia 2 de janeiro de 2014 tomou posse na função de segundo secretário e a partir daí inteirou-se da estrutura administrativa e dos serviços ofertados pela instituição. Já em março de 2014 passou a orientar pais e familiares sobre suas obrigações legais com relação aos filhos usuários da Apae e foi um dos ministrantes de palestra sobre “Curatela e interdição, direitos e obrigações”. Em setembro do mesmo ano foi convidado a ocupar, também, o cargo de procurador jurídico da Apae, conforme estipula o artigo 51 do Estatuto das Apaes.

Conforme a diretora da escola da Apae, Nara Maria Valiati, a contribuição de Ricardo Porto foi relevante para todos da associação: “Ele realizou palestras sobre assuntos diversos para os profissionais, participava de encontros de orientação para os pais de alunos e também encaminhou gratuitamente 27 processos de curatelas”. Acrescenta que, como advogado, Ricardo sempre esteve atento à legislação pertinente e fazia questão de esclarecer as dúvidas com os órgãos competentes. Acrescenta que Ricardo sempre atuou de forma voluntária e incessante em sua área de formação e não deixava de lado o envolvimento nos eventos organizados pela Apae, como a Noite da Solidariedade, que coordenou em agosto de 2015, o Pedágio do Carinho e a Noite Cultural Apae.

EXTRA COMUNICA


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar