Por: Rafael Henzel
Visualizações: 1197
Reprodução da coluna publicada no Jornal Sul Brasil de Chapecó

Vergonha dos aditivos

Geral - 16/12/2014

O dinheiro público é nosso. Mas para muitos governantes pode ser esbanjado pelas empreiteiras. Imagine você fazer um orçamento para pegar a obra e depois pedir um aumento. Não na licitação, mas no chamado aditivo. Veja este exemplo: O Diário Oficial de Florianópolis publicou um aditivo de R$ 1,9 milhão no valor do restauro do Mercado Público, que é um ponto turístico. Com o novo acréscimo, o segundo este ano, a obra está quase 50% mais cara do que o previsto inicialmente. O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) acompanha o restauro e deve pedir justificativas à Prefeitura sobre o atraso.

Vergonha dos aditivos II
É muito mais fácil pra todo mundo não é? O dinheiro não sai do bolso do governante. Vai pro bolso do empreiteiro e será que pra mais alguém? Toda a obra tem um aditivo, um reajuste. Inclusive essa que vaio passar dos 100 milhões de reais que liga Chapecó à BR 282. Inclusive o acesso vai ficar pra agosto. Agosto da boa vontade da empreiteira que ainda deve um bocado pra comerciantes e empresários de Chapecó. Se receberem pode ter certeza que não tem “aditivo” no valor que lhe devem.

Cirurgias eletivas
Ontem ouvi um pouco da entrevista da Deputada Luciane Carminatti concedida à colega Raquel Lang. O assunto levantado pelo colunista no dia seguinte às eleições ainda segue sem solução. O cancelamento das cirurgias eletivas por parte do hospital regional. O SUS não paga a produção excedente e não se pronuncia. Lembrando que os valores já foram auditados pelo próprio SUS, ou seja, serviços comprovadamente realizados. A deputada estadual disse que estão trabalhando para resolver a situação, porém faz mais de dois meses e até agora nada. Sobra para os pacientes que estão a tempo aguardando por uma cirurgia que não é de urgência e emergência.

Espaço do bom senso
Quero agradecer a todos que leram esta coluna neste ano. Tentei escrever com o maior bom senso possível e sobre assuntos que na maioria das vezes implicam no nosso dia a dia. Sem ficar bajulando ninguém, até porque não é esse o meu perfil e muito menos deveria ser de qualquer jornalista. Encerramos este ano este espaço. Quero agradecer à direção do Jornal Sul Brasil pela oportunidade de ser antes de tudo um parceiro de meus projetos como a Som e Café News e as transmissões da Equipe Clássico Oeste Capital FM.

Nosso agradecimento
Quero aqui agradecer aos ouvintes que transformaram as nossas transmissões do futebol. Com opiniões, com brincadeiras e com centenas de participações a cada confronto. Aos patrocinadores que sempre estiveram conosco e que continuarão na temporada 2015. Sempre repito. Nosso único desejo é fazer companhia aos torcedores durante as partidas. Obrigado aos colegas Renan Agnolin, Fabiano Pedra Hume e Prof. Edson Santana, nosso plantão Marcinho San. Ano que vem estaremos ainda mais fortes e juntos com você.

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.

Blogueiros & Colunistas

Voltar