Por: Rafael Henzel
Visualizações: 906
Reprodução da coluna publicada no Jornal Sul Brasil de Chapecó

Ave de Rapina

Geral - 18/11/2014

Então é assim. Quem quer instalar lombadas eletrônicas e radares em algumas cidades, basta dar vantagens a servidores que a licitação será encaminhada. A operação da Polícia Federal “estacionou” em Florianópolis e descobriu irregularidades no processo. A prefeitura se colocou à disposição. Pois é. Será que essas operações não poderiam se expandir? Sou a favor de redutores de velocidade para motoristas imprudentes. Mas tem que fiscalizar pra saber a lisura do processo. Tem mais de 10 presos na PF em Florianópolis. Diretor de uma empresa que instalou lombadas por Chapecó anos atrás também está preso.

Lixo 

Está sendo recorrente imagens como esta na esquina da Barão do Rio Branco com Getúlio Vargas no centro de Chapecó. Nosso leitor flagrou sacos e sacos de lixo foram dos containeres. Para o morador, seria necessário mais um local para que as pessoas possam depositar o lixo naquela esquina. Ou então que as pessoas andassem um pouco mais para colocar em outro container. Só que pela quantidade haja local.

Lixo, resposta
A TOS Ambiental foi ao local e constatou que havia muito lixo orgânico misturado com o reciclável. Isso dificulta também o trabalho dos catadores particulares. Creio que temos dois problemas neste local. A necessidade de mais um container e a falta de educação de moradores do centro que já depositaram até um sofá de dois lugares na mesma esquina. E lembrando que o problema ocorre todos os fins de semana.

Olha o trator!!! 

Outro flagra ontem na BR 282, na altura da Colônia Bacia em Chapecó. Este trator de esteira caiu de um caminhão e ficou na contramão de direção. Menos mal que ninguém ficou ferido e nenhum carro foi atingido. O trânsito ficou confuso porque o pesado veículo ficou na pista de quem ia sentido Chapecó-Pinhalzinho.


Sucessão de erros
A Chapecoense vem “tropeçando” desde janeiro. Com jogadores de qualidade duvidosa, o time foi mal no Catarinense. Entrou no Brasileiro e fez jogos de exceção. Sim. Jogadores sem capacidade de disputar uma competição em alto nível, uma diretoria que tapou o sol com a peneira o ano todo e um treinador que passava a responsabilidade para os atletas, mesmo com suas escalações sem equilíbrio.

Sucessão de erros II
Mesmo assim a Chapecoense seguiu firme numa zona perigosa, mas não desesperadora. Até a oitava rodada o time permaneceu na zona de rebaixamento. A partir da nona, saiu e retornou na 34ª. Restam quatro jogos. Celso Rodrigues e uma comissão formada por diretores comandarão o time nesta reta final. A Chapecoense tem o quarto pior ataque da competição. Contra o Vitória a Chapecoense teve duas grandes chances com Thiago Luis e uma com Grolli. Os números acima comprovam porque a Chapecoense não marcou.

Número de Jorginho
Quando Celso Rodrigues deixou o comando na derrota para o Coritiba, na estreia do returno, deixou um aproveitamento de 42% após 14 partidas. Jorginho foi demitido, também após 14 jogos, com aproveitamento de 38%.

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Chapecó.

Blogueiros & Colunistas

Voltar